Apprendre le francais a travers la culture francaise !
 
prev next

Vendredi ou la vie sauvage (Sexta-feira ou a vida selvagem)

April 8th, 2012 general

Vendredi ou la vie sauvage (Sexta-feira ou a vida selvagem) (Editions Falmmarion 1971, em seguida, Folio Junior Gallimard) de Michel Tournier é uma reescritura de seu próprio romance  Vendredi ou les limbes du Pacifique (Sexta-feira ou os limbos do pacífico) (Gallimard 1967). Esse livros são reescrituras do célebre Robinson Crusoé de Daniel Defoe (1719), entre muitas outras ” robinsonnades”, que marcaram os séculos XIX e XX. Sem dúvida, o personagem de Robinson Crusoé, inspirado em um naufrágio real, tornou-se um mito destinado a criança e adulto.

Vendredi ou la vie sauvage é mais destinado ao público jovem, já que o romance para os adultos é Vendredi ou les Limbes du Pacifique. Esse é mais curto e privado das conotações sexuais e filosóficas muito difíceis de abordar com os adolescentes. Mas, essa versão é bem escrita e original, em comparação à criação primitiva do século XVIII.

A história mostra como a civilização policiada, hierarquizada. sofisticada do mundo ocidental se encontra em dificuldade, quando se trata de viver sozinho na natureza.

Mas a história de Tournier acrescenta uma tonalidade ecológica moderna e bem na moda nos anos 60 do século XX: tudo aquilo que Robinson colocou em evidência na ilha para reproduzir o melhor possível seu modo de vida adquirido anteriormente , explode, em fogos de artifício, para a grande alegria de Sexta-Feira e sob o olhar quase indiferente de Robinson.

“Assim, toda a obra que ele tinha realizado na ilha, suas culturas, suas fazendas, suas construções, todas as provisões que ele acumulou dentro da caverna, tudo isso foi perdido pelo erro de Sexta-Feira. Robison não queria mais isso. A verdade é que ele  já estava cansado há muito tempo dessa organização entediante e irritante, mas que  não tinha coragem de destruir. Agora, eles eram livre.”

O europeu compreende intuitivamente que é preciso inventar uma outra forma de vida mais selvagem, mais natural, mais harmoniosa, adaptada ao meio natural que lhe deram.

É Sexta-Feira quem tem o importante papel e que mostra a Robison o caminho da felicidade. É, sem dúvida, por isso que a ilha do Désespoir (desespero) de Defoe se tornou Speranza (esperança) com Tournier. O novo título também indica uma mudança de personagem principal.

O fim é também diferente. A história inventada por Defoe mostra Robinson e Sexta-Feira de volta à Inglaterra, com um final feliz socioeconômico esperado. Nisso,  Tournier é ambíguo, como, frequentemente, são as reescrituras de  qualidade. Sexta-Feira navega em direção aos países europeus, ditos civilizados, enquanto Robinson…

Leia  essa história que faz sonhar, que fala da caverna reconfortante, de carneiros voadores, do homem que dorme dentro de uma araucária, a árvore dos macacos, sem falar nos canibais, nas tempestades, no sol que queima e no vento que seca.  Ela é sobre aprendizagem, amizade e partilha, de rigor e de fantasia, de transformação do ser e da felicidade.

Uma linda história!

 

 

 

VN:F [1.9.7_1111]
Donnez votre avis !
Rating: 4.3/5 (3 votes cast)

Vendredi ou la vie sauvage (Sexta-feira ou a vida selvagem), 4.3 out of 5 based on 3 ratings
 


   Laisser un commentaire web 2.0



Plus de commentaires sur ce post.



Partagez !


Escolha a sua língua



Títulos


ZigZag vous invite à utiliser la langue française comme un passeport ouvrant les portes de l’ailleurs

Partenaire

Bien Dire - Magazine pour apprendre le Français

Azurlingua Culture recommande l'utilisation du magazine Bien Dire pour Apprendre le Français.

Apprendre le Français avec Bien Dire

COMUNIDADE AZURWORLD

-->